Defensoria Pública de Minas Gerais

Igualdade e cidadania para todos


Estudantes de Direito visitam sede da DPMG em Brumadinho para conhecer de perto experiência que garante acesso à justiça


Por Ascom em 13 de junho de 2019

O Núcleo Estratégico de Proteção aos Vulneráveis em Situações de Crise, da Defensoria Pública de Minas Gerais, instalado em Brumadinho, recebeu a visita de 15 estudantes do 8º período do curso de Direito da Rede Doctum de Ensino, unidade de João Monlevade.

Levados pelo professor Amaral Roque Bueno, que ministra a disciplina Acesso à Justiça, eles foram conhecer de perto o trabalho desenvolvido pela DPMG no atendimento às vítimas do rompimento da barragem da Mina do Feijão. A visita ocorreu no dia 11 de junho.

O termo de compromisso assinado entre DPMG e a empresa Vale, para pagamento de indenizações extrajudiciais aos atingidos, de forma justa e célere, inspirou estudos na disciplina.  “Viemos conhecer o trabalho da Defensoria de Minas na medida em que facilita o acesso à Justiça”, disse o professor Amaral Bueno.

Estudantes de Direito e o professor da disciplina Acesso à Justiça visitam a sede da DPMG em Brumadinho

Os estudantes foram recebidos pela defensora pública Paula de Deus Mendes do Vale, uma das integrantes do Núcleo de Brumadinho, também moradora da cidade.  “Eles vieram ver de perto as repercussões do rompimento da barragem e pude relatar minha experiência no atendimento às vítimas e também como cidadã local. Foi uma troca de vivências muito rica, experiência bastante produtiva”, destacou a defensora pública.

Os estudantes ouviram também o relato de Deusdeth Durães, um dos líderes comunitários do Parque da Cachoeira, uma das localidades mais duramente atingidas pelo desastre. O morador destacou a importância do acordo extrajudicial, “por oferecer uma solução rápida para os atingidos”, e propôs a todos uma reflexão sobre a dor das pessoas que perderam tudo e estão hoje em moradias provisórias, totalmente fora do modo de vida a que estão acostumados. “Os alunos chegaram a se emocionar”, conta Paula de Deus.

A defensora pública Paula de Deus Mendes do Vale fala sobre as ações da Defensoria de Minas no atendimento às vítimas do rompimento da barragem

Após reunir as informações sobre os trabalhos realizados na sede da Defensoria Pública de Minas em Brumadinho, professor e universitários percorreram a região do Parque da Cachoeira para testemunhar o que foi a destruição causada pelo desastre. A visita servirá para embasar artigos jurídicos que serão produzidos pelos estudantes.



Transparência

O que é?

O objetivo dessa sessão é permitir o acesso transparente, rápido e fácil aos documentos e informações relacionadas à Execução Orçamentária e Financeira, Licitações, Contratos e Convênios.

saiba mais >