Defensoria Pública de Minas Gerais

Igualdade e cidadania para todos


Defensoria Pública de Minas Gerais promoverá mutirão de casamento homoafetivo


Por Ascom em 3 de outubro de 2013

No dia 11 de dezembro, a Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais (DPMG) vai realizar o Mutirão do Casamento Homoafetivo. O objetivo da ação é realizar conversões de união estável homoafetiva em casamento de forma administrativa. A expectativa é que sejam realizados 60 casamentos homoafetivos.

No dia 11 de dezembro, a Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais (DPMG) vai realizar o Mutirão do Casamento Homoafetivo. O objetivo da ação é realizar conversões de união estável homoafetiva em casamento de forma administrativa. A expectativa é que sejam realizados 60 casamentos homoafetivos.

Os interessados devem fazer o cadastro até o dia 25 de outubro, na sede da Defensoria Pública situada na Rua Paracatu, 304, no Barro Preto, em Belo Horizonte. Será necessário apresentar os seguintes documentos: comprovantes de renda e residência, RG, ou CNH ou Carteira de Trabalho em bom estado, CPF, nomes de duas testemunhas maiores de idade que assinem e certidão de nascimento ou casamento averbada com o divórcio ou apresentada junto com a certidão de óbito, se for o caso. As certidões devem ser atualizadas, ou seja, expedidas em até 90 dias.
Em 2011, uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) equiparou as relações entre pessoas do mesmo sexo às uniões estáveis entre homens e mulheres. Na prática, a união homoafetiva foi reconhecida como um núcleo familiar como qualquer outro.
Em maio de 2013, o Conselho Nacional de Justiça aprovou uma resolução determinando aos cartórios de todo o país que celebrem o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo.


Transparência

O que é?

O objetivo dessa sessão é permitir o acesso transparente, rápido e fácil aos documentos e informações relacionadas à Execução Orçamentária e Financeira, Licitações, Contratos e Convênios.

saiba mais >