Defensoria Pública de Minas Gerais

Igualdade e cidadania para todos


Defensoria-Geral realiza a terceira reunião para implantação do Planejamento Estratégico


Por Ascom em 11 de fevereiro de 2019

Em continuidade às reuniões de execução do Planejamento Estratégico, na sexta-feira (08/02), a Defensoria Pública-Geral realizou um encontro com os coordenadores Locais das unidades da DPMG que possuem de quatro a seis defensores públicos em atuação.

Os trabalhos foram abertos pelo defensor público-geral do Estado, Gério Patrocínio Soares, que ressaltou a importância do Plano para a Instituição e os primeiros resultados já visíveis para a população. Citou como um dos exemplos a agilidade e efetividade da atuação do Núcleo Estratégico da Defensoria Pública de Proteção aos Vulneráveis em Situações de Crise e dos demais defensores públicos que estão envolvidos no atendimento e defesa dos atingidos pelo rompimento da Barragem do Córrego do Feijão, em Brumadinho.

O DPG salientou que a execução do Planejamento Estratégico é um processo dinâmico e que exigirá “recalcular a rota”, conforme o cenário. Gério Patrocínio lembrou a importância dos encontros de trabalho e alinhamento, destacando como essenciais a participação e o envolvimento dos membros da Casa.

A importância da reunião e do alinhamento de informações também foi ressaltada pela subdefensora pública-geral, Luciana Leão Lara Luce, que destacou que “o êxito da execução do nosso Planejamento Estratégico perpassa pelo engajamento de todos os defensores públicos, servidores e atores envolvidos “.

A subdefensora-geral informou que tão logo o Plano Geral de Atuação (PGA) 2019-2020 da DPMG seja aprovado pelo Conselho Superior, será iniciada uma consulta aos defensores públicos acerca das sugestões para a próxima proposta orçamentária. Luciana Leão Lara Luce explicou que no ano passado, foi possível executar várias sugestões ainda em 2018 e conclamou os colegas a participarem, enviando sugestões, para que possam ser executadas ainda este ano.

Na sequência, a reunião foi conduzida pelas assessoras do Gabinete que estão à frente da execução do Plano – Marina Lage Pessoa da Costa (assessora de Administração Estratégica e Inovação); Michelle Lopes Mascarenhas Glaeser (coordenadora de Projetos, Convênios e Parcerias) e Emília Castilho (assessora Institucional).

Marina Lage Pessoa da Costa forneceu um panorama do Planejamento Estratégico, passando pelo diagnóstico elaborado pela Fundação João Pinheiro e explanou sobre os 30 projetos indicados e sobre os dez desafios apontados para os próximos anos.

A assessora de Administração Estratégica e Inovação frisou que a execução do Plano enseja escolhas e que seu êxito depende da participação de todos.

A coordenadora de Projetos, Convênios e Parcerias, Michelle Lopes Mascarenhas Glaeser, fez uma breve apresentação da Coordenadoria e suas funções, enfatizando que os defensores públicos devem informar sobre a criação de projetos para que os mesmos possam ser institucionalizados e para que a Coordenação possa oferecer suporte para sua execução.

Michelle Lopes Mascarenhas também apresentou alguns projetos extrajudiciais desenvolvidos pela DPMG e salientou a importância de se criar um calendário institucional que contemple todo o estado.

O diretor de Tecnologia e Desenvolvimento, Vitor Neves, apresentou e forneceu explicações sobre ferramentas digitais para o atendimento do assistido, como agendamento on-line e protocolos de atendimento, entre outras.

O diretor de Patrimônio e Almoxarifado, Diego F. Araújo, e o servidor Renato França prestaram informações de competência do setor, tais como material de consumo e permanente, inventário, responsabilidade patrimonial e logística reversa.

A próxima reunião de execução do Planejamento Estratégico está prevista para a sexta-feira (15/02).



Transparência

O que é?

O objetivo dessa sessão é permitir o acesso transparente, rápido e fácil aos documentos e informações relacionadas à Execução Orçamentária e Financeira, Licitações, Contratos e Convênios.

saiba mais >