Defensoria Pública de Minas Gerais

Igualdade e cidadania para todos


Corregedor-geral da DPMG participa da 40ª Reunião do Conselho Nacional dos Corregedores das Defensorias Públicas em Recife


Por Ascom em 10 de outubro de 2019

O corregedor-geral da Defensoria Pública de Minas Gerais, Flávio Nelson Dábes Leão, participou da 40ª Reunião Ordinária do Conselho Nacional dos Corregedores das Defensorias Públicas Estaduais, do Distrito Federal e da União, realizada em Recife, nos dias 8 e 9 de outubro. A sede da Procuradoria Geral do Estado de Pernambuco recebeu o evento, que teve apresentações da Orquestra Criança Cidadã, da Escola do Frevo do Recife, dos Defensores Mirins, do Instituto Alcance.

Foto: @jhpaparazzo

Além do corregedor-geral de Minas Gerais, do corregedor-geral da Defensoria Pública de Pernambuco, José Antônio de Lima Torres, anfitrião do encontro, e do defensor público-geral daquele estado e presidente do Condege, José Fabrício Silva de Lima, estiveram presentes outros 20 representantes das seguintes corregedorias: Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe, Tocantins e Defensoria Pública da União.

Foto: @jhpaparazzo

Na abertura, o defensor público-geral José Fabrício reforçou a importância do serviço de assistência jurídica em prol de todos os brasileiros. “Com força, garra e união das Defensorias de todo Brasil, nós vamos enfim ultrapassar cenários de dificuldades e, fazer valer cada vez mais a nossa missão, concedida pela nossa Constituição, através de serviço autônomo, independente e que possa verdadeiramente transformar vidas, levando cidadania, trabalhando numa sistemática de inclusão”, destacou.

O corregedor José Antônio destacou a importância de Pernambuco sediar a 40ª reunião. “Foi enriquecedor o encontro, no qual discutimos práticas exitosas de vários estados, as quais ajudaram em nossos trabalhos à frente da Corregedoria”, frisou. Ele ressaltou, ainda, sobre o crescimento institucional consolidado pela Defensoria Pública, o que torna uma grande responsabilidade outorgada pela Constituição Federal. “O trabalho eficiente e diligente das Corregedorias-Gerais tem sido fundamental para o desenvolvimento de cada defensor público e da Instituição como um todo, na medida em que promove orientação aos órgãos de execução”, reforçou.  

Fonte: Ascom/DPMG, com informações da DPPE (10/10/2019)



Transparência

O que é?

O objetivo dessa sessão é permitir o acesso transparente, rápido e fácil aos documentos e informações relacionadas à Execução Orçamentária e Financeira, Licitações, Contratos e Convênios.

saiba mais >