Defensoria Pública de Minas Gerais

Igualdade e cidadania para todos


Perfil do DPG


Christiane Neves Procópio Malard | 2016-2018 

Ingressou na DPMG em 2005, tendo atuado nas comarcas de Guanhães, Vespasiano e Belo Horizonte. Atualmente é titular da 6ª Vara de Família. Exerceu seu primeiro mandato como defensora pública-geral no biênio 2014-2016. Antes, atuou como chefe de Gabinete da Defensoria-Geral no período de marco de 2012 a maio 2014.

Natural de Belo Horizonte, Christiane Neves Procópio Malard é graduada em Direito pela UFMG e Comércio Exterior pelo Centro Universitário UNA – Faculdade de Ciências Gerenciais; especialista em Gestão Pública pela Fundação João Pinheiro, Direito Processual pela PUC Minas; e Direito da Empresa e da Economia pela Fundação Getúlio Vargas. Como formação complementar, é capacitada em Mediação de Conflitos pela Fundação Nacional de Mediação. Em 2016, concluiu o “Programa de Gestão Pública Contemporânea” pela Fundação Dom Cabral, e o projeto de pesquisa acadêmica, pela Fundação João Pinheiro com o tema “Proposta de construção de modelos de Escola Superior e de Centro de Desenvolvimento Institucional para a DPMG numa perspectiva do planejamento estratégico”.

A defensora pública é autora dos artigos: “A Defensoria Pública como agente legitimado a mediação no novo CPC e a democratização do sistema de Justiça.” (Malard, C. N. P. Direito Processual – 25 anos de Processo Constitucional – organizador João Antônio Lima Castro, v. CDU: 347.9, p. 629-637, 2013.) e “Defensoria Pública fortalecida: único caminho para a efetividade do acesso à Justiça pelo carente de recursos” (Malard, C. N. P. Coleção de Obras jurídicas – Acesso à justiça e transformação social, da Secretaria da Reforma do Judiciário).

Christiane Neves Procópio Malard foi reconduzida ao cargo e empossada, perante o Governador do Estado de Minas Gerais, Fernando Pimentel, no dia 11 de julho de 2016, no Palácio da Liberdade, conforme o artigo 8º, da Lei Complementar 65/2003. Entrou em exercício para dirigir a Instituição, no dia 12/07/2016, durante sessão solene do Conselho Superior da Defensoria Pública, realizada no Museu Inimá de Paula.